REP II – Registrador Eletrônico de Ponto

Os Registradores Eletrônicos de Ponto (REP) da PROVEU integram a linha Kurumim, nossos relógios de ponto informatizados. Os REP foram certificados, atendendo as determinações da portaria 1.510/09 do Ministério do Trabalho e Emprego, que regulamenta o registro eletrônico de ponto.

O uso do REP garante mais segurança para o empregador, além de uma relação mais transparente com os seus colaboradores.

Modelos sob medida para a sua empresa

Os modelos de REP atendem a empresas dos mais variados portes e ramos de atuação, se caracterizando pela simplicidade, versatilidade e qualidade. 

Possuem diferentes opções de identificação do colaborador; você pode optar pela biometria, crachá de código de barras ou crachá de proximidade, os modelos também se diferenciam pela comunicação, que pode ser exclusivamente pela porta USB ou pela porta USB e pela ethernet.

Investimento Garantido

 

Corte automático do Papel

O eficiente sistema de corte automático do papel por guilhotina evita a obstrução da saída do papel na impressora e reduz o tempo do registro do ponto.

Autonomia de Impressão

Capacidade para bobina de até 300 metros e a impressão otimizada garantem uma excelente autonomia e economia de papel.

Alta Capacidade de Memória

O REP permite manter o cadastro de até 3 mil colaboradores ativos, alcançando uma autonomia para até 22 anos, considerando 60 colaboradores por relógio.

Acessibilidade

A comunicação ethernet permite o acesso controlado ao relógio por qualquer computador conectado à rede local. Já o acesso ao equipamento via pen drive, disponível em todos os modelos, garante acessibilidade mesmo em casos de falhas na rede ou no cabeamento.

Interface amigável

Com interface simples, intuitiva e rápida, os Registradores Eletrônicos de Ponto da Proveu, mantêm as principais características da linha Kurumim, visando a facilidade e praticidade no dia-a-dia de sua empresa.

Biometria com alta capacidade

O fim das fraudes na marcação de ponto. Capacidade para 3 mil digitais, com alta velocidade de identificação do colaborador e com permissão individual para a marcação de ponto sem a biometria.

Portaria 1.510/2009 do Ministério do Trabalho e Emprego

Em 21 de agosto de 2009 foi editada a Portaria 1510/09 – MTE que disciplina o registro eletrônico do ponto. A portaria proíbe a restrição à marcação de ponto e as marcações automáticas; estabelece requisitos para os relógios de ponto e para os programas de tratamento dos dados; exige a emissão de um comprovante para o colaborador a cada marcação de ponto; determina os relatórios e arquivos de registros de ponto que o empregador deverá manter para a fiscalização do trabalho; cria uma memória fiscal em que os dados ficam armazenados permanentemente.

A utilização do REP é obrigatória* para as empresas que adotarem o ponto eletrônico.

* As empresas podem utilizar sistemas alternativos de controle de jornada, desde que atendam as determinações da portaria 373/11 do MTE.

 

 

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

  • Alimentação: 100 a 240VAC – 47 a 63Hz;
  • Armazenamento dos registros: Memória não volátil inviolável (MRP – Memória de Registro de Ponto; MT – Memória de Trabalho);
  • Bobina de papel: até 300m de comprimento, por 57mm de largura e diâmetro máximo de 150mm, garantindo uma autonomia¹ de até 6818 comprovantes por bobina;
  • Colaboradores: capacidade para cadastro de até 3000 colaboradores²;
  • Comunicação: REPII, REPII PX e REPII Bio: porta USB; REPII Bio NT e REPII Max: rede local ou remota e porta USB;
  • Consumo: 10 Watts no modo pronto e 50 Watts durante a impressão;
  • Dimensões: 188mm(H) x 230mm(L) x 170mm(P);
  • Display: alfanumérico de cristal líquido com backlight, 2 linhas com 16 caracteres cada;
  • Fechadura: fechadura para acesso ao compartimento da bobina e fixação do equipamento na parede;
  • Gabinete: conjunto composto por tampas plásticas (ABS) e chassi em aço com pintura eletrostática;
  • Impressora: sistema de impressão térmico, com vida útil da cabeça de impressão de 50Km, resolução de 8 dots/mm e corte automático de papel por guilhotina;
  • Leitor biométrico: sensor óptico OP3KC com capacidade para 3000 digitais (somente nos modelos REPII Bio, REPII Bio NT e REPII Max);
  • Leitor de barras: óptico com feixe de luz infravermelho reflexivos (somente nos modelos REPII e REPII Max);
  • Leitor de proximidade: padrão de dados ABA Track 2 ou Wiegand 26-bits, configuráveis via software³ (somente no modelo REPII PX) – Placa homologada pela Anatel;*
  • No-break: autonomia¹ para marcação de ponto com impressão de até 500 comprovantes (opcional);
  • Papel Térmico: garantia de imagem mínima de 5 anos, com temperatura de armazenamento até 35ºC;
  • Peso (sem bobina de papel): REPII e REPII PX: 1,750Kg; REPII Bio: 1,960Kg; REPII Bio NT: 1,980Kg; REPII Max: 2,000 Kg;
  • Porta Ethernet: 100Mbps, podendo operar com IP fixo ou dinâmico;
  • Portas USB: conector USB 2.0, tipo A, com duas portas, sendo: porta Dados para coleta de dados e atualização de configurações e porta Fiscal para coleta do AFD;
  • Registros de Ponto: 1,2 milhões de registros, com autonomia para 22 anos (considerando 60 colaboradores por relógio);
  • Teclado: teclado externo, em policarbonato, com 19 teclas;
  • Temperatura de operação: de 0 à 60ºC.

* Este produto contém a placa AX-12 LA, código de homologação Anatel 0223-15-8437.

 

ESPECIFICAÇÕES OPERACIONAIS

  • Arquivo-Fonte de Dados (AFD): arquivo de coleta de dados, gerado de acordo com o formato determinado pela portaria 1.510/2009 – MTE;
  • Backup e restauração de digitais: permite o backup e a restauração das digitais cadastradas no leitor biométrico pelo pen drive;
  • Código de barras: 2 de 5 intercalado e 3 de 9, configuráveis via software³;
  • Comprovante do ponto: comprovante impresso ao final de cada marcação de ponto realizada corretamente;
  • Exibe nome no display: exibe os 16 primeiros caracteres do nome do colaborador no display do relógio quando a marcação do ponto é realizada com sucesso;
  • Horário de verão programável: permite o ajuste automático do relógio;
  • Marcação de ponto somente pela biometria configurável individualmente: permite configurar, individualmente, se a marcação de ponto será realizada somente pela biometria ou por outra forma de identificação (crachá ou teclado);
  • Marcação de ponto via teclado³: permite registrar o ponto através do teclado do relógio, sem o uso do crachá, podendo ser desativado;
  • Máscara para configuração do crachá de código de barras³: permite configurar quais os dígitos do crachá e em que posição do código esses serão utilizados na identificação do colaborador;
  • Modo de operação biométrico automático: 1:N (apenas digital) e 1:1 (crachá ou teclado + digital), configuráveis via software³;
  • Quantidade de dígitos do crachá: lê e armazena crachás de 2 a 12 dígitos;
  • Relatório de Informações REP: impressão de relatório com informações sobre a identificação, configuração e nível de utilização das memórias e cadastros;
  • Senha de comunicação: senha de acesso ao equipamento para coleta de dados e atualização de configurações e cadastro no REP;
  • Senha do menu: senha exclusiva para acesso ao menu de configurações do REP;
  • Sinalização sonora: bip diferenciado para sinalizar a marcação de ponto efetuada com sucesso, erro de leitura, não cadastrado, fim de papel, erro na impressão, cadastro de digitais (somente biométricos) e o travamento do REP;
  • Sinalização visual: 2 leds frontais, verde e vermelho, para sinalizar a marcação de ponto efetuada com sucesso, erro de leitura, não cadastrado e o travamento do REP;
  • Teclas de acesso rápido: teclas para acesso direto a impressão da relação instantânea de marcações, descarta e atualização dos dados pelo pen drive, corte do papel e avanço do papel.

1 – Considerando 8 linhas por comprovantes;

2 – Nos modelos com biometria a quantidade de colaboradores pode variar em função da quantidade de digitais cadastradas por colaborador;

3 – Configuráveis somente em modo de manutenção.

 

REQUISITOS MÍNIMOS DO COMPUTADOR – PROGRAMADOR KURUMIM REP

  • Porta de comunicação USB: porta USB, conector tipo A – fêmea;
  • Placa de rede: padrão 10/100/1000 Mbps (somente nos modelos com comunicação ethernet);
  • Processador mínimo recomendado: 500 MHz;
  • Memória mínima recomendada: 128 MB;
  • Espaço mínimo livre no HD necessário: 50 MB;
  • Sistemas operacionais homologados: Windows CP, Server 2003 e 2008, Vista e 7.

 

OUTRAS INFORMAÇÕES

  • Acompanha software para configuração e coleta dos registros de ponto no equipamento, armazenando-os em arquivos no formato texto;
  • Não acompanha software para tratamento do ponto;
  • Caso seja utilizado software de terceiros para a configuração do equipamento, certifique-se com o fabricante do mesmo se todos os recursos estão disponíveis.
  • Produto beneficiado pela Legislação de Informática.